segunda-feira, 14 de março de 2016

Todos podem utilizar o COMUT



Se você é usuário da Biblioteca da EACH, pode solicitar seu COMUT pelo Link:

Porém, se você não está cadastrado em nenhuma biblioteca, pode utilizar o COMUT como USUÁRIO SOLICITANTE. O serviço de Comutação Bibliográfica (COMUT) está disponível no site:






O primeiro pedido é feito em 4 etapas:


  1. Cadastro do Usuário solicitante
  2. Pesquisa do material Bibliográfico
  3. Compra de Bônus
  4. Solicitação do material no site do COMUT

Abaixo, segue o passo-a-passo para utilizar o serviço de COMUT sem estar vinculado à uma biblioteca:

1. Para solicitar comutação bibliográfica você necessita cadastrar-se como Usuário Solicitante no serviço de comutação. O cadastro será feito pelo seu CPF:

http://comut.ibict.br/comut/do/index?op=filtroForm


2. Após cadastrar-se, você deverá investigar qual biblioteca possui o material desejado. É possível pedir por COMUT capítulos de livros, artigos de periódicos e teses. Além de pesquisar em cada uma das bibliotecas de sua área de interesse, você também pode pesquisar as coleções de periódicos de todo o Brasil no catálogo coletivo Nacional:



3. Tendo escolhido a referência bibliográfica, você deve verificar a quantidade de páginas para fazer orçamento. A tabela de preços está no link:


Cada bônus equivale a cinco páginas originais de documento copiado

Ex.: Documento original com  1 a 5 páginas =    1 Bônus
                                                   6 a 10 páginas =   2 Bônus
                                               11 a 15 páginas =  3 Bônus
                                                              etc.
O Bônus Comut pode ser adquirido nas seguintes formas 

1.      Boleto Bancário
2.     Cartão de crédito 

O Boleto Bancário está disponível on-line. Para acessa-lo é necessário o uso de LOGIN e SENHA. Acessar CADASTRO – BÔNUS - COMPRAR
O acesso ao sistema de aquisição por Cartão de Crédito está disponível on-line. Para seu uso é necessário possuir LOGIN e SENHA.

4. Com o cadastro preenchido, o material bibliográfico escolhido e os bônus adquiridos, você poderá entrar nos formulários disponíveis e preencher seu pedido:




O COMUT disponibiliza um manual detalhado no link:


 
Analúcia Recine
 

segunda-feira, 7 de março de 2016

Artigos de periódico: referências fora de série!



A referência de um artigo de revista pela norma técnica ABNT é relativamente simples!

Poucas perguntas solucionam a referência:

·        Quem escreveu o artigo?
·        Qual o título?
·        Quando foi?
·        Onde posso encontrar?

Como na referência de um livro ou tese, Autoria é o primeiro item a ser apresentado. E da mesma maneira, em caixa alta (letras maiúsculas), sobrenome(s) e nomes, abreviados ou por extenso:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S.


Prosseguimos com o título do artigo:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S. Investimentos na infraestrutura econômica: avaliação do desempenho recente.
   
Incluímos o título do periódico. O título será apresentado em negrito ou grifado, pois é a informação mais importante a ser destacada por ser a indicação da publicação onde se encontra o artigo. O título é seguido pela cidade:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S. Investimentos na infraestrutura econômica: avaliação do desempenho recente.  Radar: Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, Brasília,

As informações complementares do periódico são: Número de volume, número do fascículo e paginação. Observe que a informação mais abrangente precede a mais específica:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S. Investimentos na infraestrutura econômica: avaliação do desempenho recente.  Radar: Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, Brasília, n. 18, p. 9-20,

Finalmente, a data é o último dado a ser apresentado pela referência de um artigo de periódico:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S. Investimentos na infraestrutura econômica: avaliação do desempenho recente.  Radar: Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, Brasília, n. 18, p. 9-20, fev. 2012.

A referência de um artigo de periódico on-line deve ser complementada com dados de da consulta: Link e data de acesso:

CAMPOS NETO, C. A. S.; MOURA, F. S. Investimentos na infraestrutura econômica: avaliação do desempenho recente.  Radar: Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, Brasília, n. 18, p. 9-20, fev. 2012. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/radar/120314_radar18.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2015.


As revistas científicas apresentam, entretanto, algumas variações nas quais a referência poderá ser diferente da acima apresentada. Explicaremos um “anuário” e um “Número especial”.

Um anuário é uma publicação editada uma vez por ano. Geralmente abrange áreas geográficas e assuntos específicos. Com essas características, recebe o tratamento de um relatório. No exemplo abaixo, a entidade responsável pela publicação, é o autor institucional da obra, o título da obra, próprio título da publicação, é apresentado em destaque, e os demais elementos se sucedem como em uma referência bibliográfica de monografia.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (Brasil). Anuário do transporte aéreo : 2014. Brasília: ANAC, 2015. 235 p. Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/estatistica/anuarios.asp>. Acesso em: 02 jun. 2015.


Periódicos também abarcam números especiais e suplementos. Esta informação aparece grafada na publicação. No exemplo abaixo, o suplemento disponibiliza ao seu leitor, trabalhos apresentados em eventos. Observe que a referência se inicia como um artigo de periódico convencional, e após a referência, é indicada a condição de “Edição especial”. E que edição especial seria? Segue o esclarecimento sobre o evento. Como de praxe, link de acesso e data de acesso finalizam a referência bibliográfica.

FORTUNA, V. O. O Rio que nós queremos: o efeito pan nas representações midiáticas da violência urbana. Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 6, n. 3, p. 291-308, 2008. Edição especial. Trabalho apresentado no II Seminário Interno PPGCOM, Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: <http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/contemporanea/article/view/17292>. Acesso em: 02 jun. 2015.


Agradecemos a consultoria e os exemplos preparados pela bibliotecária Maria Fátima dos Santos.


Analúcia Recine